Tag: voluntariado

0

caminho de santiago
No dia 1 de maio, A Associação dos Amigos do Caminho de Santiago de Viana do Castelo (AACS_Viana) realizou uma Caminhada Solidária, num percurso de 25 km, desde Viana do Castelo até Moledo do Minho, a reverter para o Voluntariado Passionista. Nesta Caminhada Solidária participaram 121 pessoas, com idades compreendidas entre os 7 e os 68 anos de idade, tendo sido o percurso escolhido, o Caminho Português da Costa. Este evento teve como objetivo, para além de uma ação solidária, promover um dia de convívio e de partilha entre os todos os participantes.
(Liliana Afonso)

0

voluntariado passionista angola
No passado dia 17, foi dia de partida de duas das três voluntárias, para Angola: a Maria João Ramires e a Carina Silva. Em janeiro a equipa ficará completa, juntando-se a Umbelina Dantas a este grupo para concretização de um projeto assumido e elaborado ainda em terras lusas no âmbito do Voluntariado Passionista. Um grupo heterogéneo e geograficamente disperso, (Barroselas – Viana do Castelo, S. M. da Feira e Braga) mas com caraterísticas comuns. Movem-se pela grande vontade de servir e acreditam que o Amor é o grande veículo de mobilização, de entrega e de realização.
Depois de diagnosticadas algumas necessidades, definiram-se as principais áreas de intervenção no CESA (Centro Educativo Social Auxiliadora), das Irmãs Salesianas no Zango III, em Viana – Angola, local de residência e de ação desta equipa missionária. Assim, decidiu-se apostar na Formação Profissional, na Alfabetização, no Apoio Administrativo da Instituição, na dinamização da Biblioteca e Ludoteca,  more

formação voluntariado passionista barroselas
O Voluntariado Passionista, promovido pela Rosto Solidário, iniciou no passado fim semana de 15 a 17 de novembro em Barroselas, a formação de novos voluntários para o período de 2013/ 2014. Com um programa pré elaborado em absoluta sintonia entre as partes, Rosto Solidário e Passionistas, personificados por Paulo Costa e Brunis Dinis, respetivamente, optou-se pela inovação de começar desta vez com um fim-de-semana, favorecendo assim, desde o primeiro instante, a integração, o conhecimento mútuo e o relacionamento interpessoal, competências tão nobres e deveras importantes para a vida em grupo numa próxima missão.
Após a divulgação atempada, o grupo foi-se constituindo e às 19.30 horas de sexta-feira iam chegando ao Seminário de Barroselas, participantes vindos da Feira, Lourosa, Mozelos, Viana do Castelo, Paredes de Coura, Braga, Barcelos, num total de catorze, ficando assim a pertencer aos dois grupos distintos da Feira e de Barroselas, para as próximas reuniões, já calendarizadas.
O programa elaborado para o fim de semana foi assumindo more

A Missão do Voluntariado Passionista 2013 em Angola contou com dois grupos: um para os Zangos, constituído pelas voluntárias Helena Barbosa, a Fabiana Pais e a Sara Caetano e o grupo de Uíge, constituído pelas voluntárias Teresa Belo e Umbelina Dantas. A caminhada para a Missão 2013 teve início ainda em 2012, com a formação específica, da responsabilidade da ONGD Rosto Solidário assente no carisma e em sintonia com os Missionários Passionistas. Paralelamente as voluntárias cumpriram o requisito de frequentar a Formação da FEC para aprofundar e consolidar conteúdos e temáticas relacionados com o partir e o estar em Missão.
E em julho partiram.
Com um projeto previamente elaborado em conjunto com as duas entidades (a que envia e a que recebe), os grupos foram muito bem acolhidos e facilmente integrados. Das muitas valências que o povo angolano sente carência, sabemos que a Educação é a base de todo o progresso e desenvolvimento. Assim, foi nesta área que os dois grupos estiveram mais em evidência. Formação Humana, Alfabetização, Inglês, Espanhol, Dança, Formação de Formadores (iniciação), Internet, Saúde, Formação de Líderes Juvenis, foram algumas das temáticas que quer o grupo de Zangos, quer o de Uíge abraçaram, com entusiasmo, dedicação e entrega.
Viver em Missão é partilhar cada instante o sentido de estar e servir com todos os que connosco se cruzam, vivem e convivem. E foi neste espírito de partilha que as voluntárias viveram também com a comunidade Passionista local. Visitando as comunidades com os Religiosos, repartindo afetos, dialogando com as pessoas e o simples ESTAR, constituía mais uma forma se sentirem úteis rentabilizando o mais possível o propósito para que foram enviadas.
As voluntárias regressaram nos primeiros dias de setembro, garantindo que, ainda hoje, as imagens, os pensamentos e as recordações surgem em forma de vivências como se a missão ainda não tivesse terminado. O tempo passou demasiado depressa, e há consciência do muito que se poderia ter realizado se agora fosse o início.
As jovens voluntárias sentem uma vontade imensa em VOLTAR, como a única forma de eliminar a frustração que a velocidade do tempo causou nelas.
No final, garantem que quem parte em Missão aprende muito mais do que o que ensina. E têm a certeza de que a Missão nunca acaba para quem a vive com o coração, pois é sempre uma continuidade em cada recomeço.

0

pinto da costa
Das várias iniciativas pensadas para a angariação de fundos pelo grupo de voluntariado passionista, para este ano de 2013, um jantar temático solidário surgiu como uma possibilidade a seguir… Convidar uma personalidade mediática foi o passo seguinte. E como defendemos que os sonhos são projetos de vida, a concretização desta atividade foi calendarizada e realizada no passado dia 3 de maio, na sede do Grupo S. Paulo da Cruz, em Barroselas, contando com a presença do Professor Doutor José Pinto da Costa, médico legista.
Desenvolvido um conjunto de procedimentos inerentes a uma organização deste género, o jantar temático decorreu num clima muito familiar, onde, de olhos nos olhos, as mais de sessenta pessoas, puderam, para além de saborear o jantar confecionado com todo o amor pela mãe e tia de dois voluntários, ouvir falar de voluntariado e solidariedade.
O especial convidado pegando na mensagem que abraçava o guardanapo,

Ser solidário é saber fazer lugar em nós para os outros.
É ser capaz de escutar aquilo que o outro quer dizer.
É adivinhar a palavra que ainda não foi dita.
É antecipar o gesto que o outro tinha a intenção de nos pedir.

aludiu que ser voluntário é algo que se faz com amor e com uma vontade intrínseca, numa envolvência de simplicidade e querer.
A avaliar pelos de olhares fincados de todos os presentes no interlocutor, interiorizando cada palavra, cada frase, cada expressão, o professor Pinto da Costa, bem ao seu jeito numa intervenção clara mas bem profunda contribuiu para um excelente serão, a favor de uma causa que é para todos e que tem de ser de todos.
Umbelina Dantas
Voluntária Passionista

0

Entrou o mês de maio e com ele a vontade sempre crescente de sentir que a vida tem de ser vivida com um sentimento de solidariedade e de esperança. Foi neste espirito que as associações: Grupo de S. Paulo da Cruz, Amigos do Caminho de Santiago de Viana do Castelo e Sobram Sonhos do Albergue Municipal de Barcelos – numa simbiose perfeita–, no primeiro dia deste mês colocaram em marcha uma caminhada que, para além de todos os benefícios para o corpo e mente, que uma atividade deste género proporciona, serviu também como contribuição solidária a reverter para o Voluntariado Passionista.
Marcado o encontro para as oito horas da manhã no Senhor da Cruz, em Barcelos, todos os que tinham manifestado intenção de participar, não se atrasaram. Seguiu-se a bênção do peregrino e foi hora de mais de setenta caminhantes se fazerem ao Caminho. Seguir as setas amarelas era condição obrigatória para os conduzir até ao albergue da Recoleta. Aqui acontecerem alguns dos pontos altos desta caminhada-convívio. A celebração da Eucaristia, numa interação simples, proporcionou momentos de interiorização, reflecção e partilha.
E, caminhava-se a passos largos, agora para o dejejuo propriamente dito. Aqui, mais uma vez, o sentimento de partilha esteve sempre presente. O ritual da queimada galega, mas com carateristicas muito próprias apresentada pelos voluntários do albergue da Recoleta, ofereceu a todo o grupo, ápices de verdadeira alegria.
A caminhada continuou até Barroselas mas, uma paragem obrigatória na casa do senhor Amândio Azevedo, possibilitou o refrescar das gargantas com a surpresa agradável de poder saborear o pão acabadinho de cozer.
Para o final pouco faltava. Das paisagens fantásticas combinadas por belezas naturais inigualáveis que por todos puderam ser apreciadas, acreditamos que ficaram retidas na memória de todos estes amigos vindos de várias partes do país, com um sentimento comum, temos de repetir.

Umbelina Dantas
Voluntária Passionista

Clica aqui para fotos

voluntariado passionista penalva do castelo
O grupo de Voluntariado Passionista de Sta. Maria da Feira e Barroselas esteve no passado fim de semana (8-11 fevereiro), em Penalva do Castelo, numa atividade de voluntariado com a população local.
A atividade foi idealizada para se atingirem alguns objetivos tanto a nível interno do grupo como a nível local. A nível do grupo procurava-se alcançar uma relação mais estável e confiante entre os membros; já a nível local procurava-se incidir em particular na animação dos idosos da Sta. Casa da Misericórdia e dos jovens que frequentam a catequese.
Na Santa Casa, os voluntários animaram e  more

cooperação e voluntariado missionário
Cooperação e Voluntariado Missionário Passionista? Que ligação é esta? Reflete:
  
Momento de oração-meditação com ajuda do Peixe e do Mar. Vê:
  

pvc no porto
No dia 26 de janeiro de 2013 a célula PVC da AJP regressou à cidade do Porto para distribuir roupa e alimentos aos sem-abrigo.
A experiência passada foi tão enriquecedora que muitos quiseram repetir e outros quiseram encarar este “desafio” pela primeira vez.
Foi uma “saída à noite” tão simples mas, ao mesmo tempo, muito gratificante. Os jovens, só com a sua presença, deram muito aos outros.
São estas experiências que marcam um jovem para sempre.
Estava frio? Estava.
No final da noite estavam todos cansados? “Claro que estávamos.”
Visitar os sem-abrigo não custa nada… não dói e nem sequer é preciso pagar ao fisco!

E vale a pena só para ver um pequeno sorriso na cara das pessoas que acabaram por se cruzar connosco.

De que estás à espera?
Regina Pereira e Carla Dias, PVC

dora em Angola voluntariado passionista
Desde muito jovem desenvolvi um espírito de voluntariado. Valores como a solidariedade, o altruísmo, a generosidade e a bondade com os que mais precisam estiveram presentes na minha educação. Assim, iniciei o meu percurso de voluntária como catequista na paróquia de Lourosa e mais tarde juntei-me a um grupo de apoio aos sem abrigo, no Porto. Mas o meu sonho ía além fronteiras…
Sempre tive um especial carinho pelo continente africano, por tudo o que ele representa, pelos africanos e a sua alegria de viver, não obstante as inúmeras dificuldades que enfrentam. Por isso, decidi procurar uma organização que trabalhasse em África com voluntários. Depois de alguma procura sem sucesso, surgiu um convite para participar no Grupo de Voluntariado Passionista, em Santa Maria da Feira, o qual aceitei entusiasticamente.
Durante nove meses, este grupo  more