Tag: renuncia

1

O Papa Francisco, antes de ser Papa, era padre. E antes de ser padre era um jovem como qualquer outro. Como chegou ele a padre?

Nasceu em Buenos Aires no ano de 1936.
Um dia, Jorge Mario ia com a sua namorada a caminho de uma festa. Ao passar pela Igreja de San José de Flores sentiu uma grande vontade de se confessar. E entrou. Durante a confissão sentiu em si a chamada de Deus para a vida religiosa. Saiu da Igreja com a certeza que queria ser sacerdote. Não o revelou a ninguém. Poucos dias depois terminou tudo com a namorada. A decisão do jovem Bergoglio levou-o a ser o primeiro Papa argentino. Quem diria…
Como já reparámos, o Papa Francisco é muito reservado. Já o era antes. Por isso, só revelou a sua decisão à família anos depois, depois de um curso de química.

Depois de experimentar as coisas boas da vida, Jorge entrou no Seminário dos Jesuítas aos 21 anos, sem o apoio da mãe, que nem sequer o ia visitar. Esteve também às portas da morte, com uma infeção pulmonar. Passou a viver apenas com um pulmão.
Depois de entrar nos Jesuítas, estudou filosofia e teologia. Foi ordenado aos 33 anos.
Queria ir para as missões no Japão, mas o Superior nunca autorizou.

Com apenas 37 anos tornou-se Superior dos Jesuítas na Argentina. Eram tempos de violência política, de ditadura. Veio estudar à Alemanha e fez uma tese sobre Romano Guardini, um teólogo com uma visão inovadora da Igreja.

Nos inícios dos anos 90 o cardeal António Quarracino chamou-o para bispo auxiliar. Quarracino sabia que Bergoglio estava sentado sempre nos últimos lugares, nas cerimónias importantes.

Em 1998 tornou-se arcebispo de Buenos Aires. D. Bergoglio não aceitava viver no palácio episcopal nem ter um motorista ou secretário pessoal. Era ele quem cozinhava para si mesmo e andava nos transportes públicos. Em 2001 foi nomeado cardeal.

Consta que ficou em 2º lugar no Conclave que elegeu Joseph Ratzinger, mas pediu abertamente para não votarem nele.

Contava deixar a vida pública nos finais de 2013 e ir viver para uma residência de padres. Deus e os cardeais trocaram-lhe as voltas. Agora, Jorge Mario Bergoglio é Francisco, Papa Francisco.

0

…o Papa é, na verdade, Bispo! É Bispo de Roma.
O Conclave serve para eleger o Bispo de Roma, tal como Francisco nos recordou na sua primeira mensagem: “vós sabeis que o dever do Conclave era dar um Bispo a Roma”…
Desde o momento em que respondeu “sim” à pergunta “aceitas a tua eleição?”, o cardeal Bergoglio tornou-se Bispo de Roma. Por ser Bispo da Igreja de Roma, “que é aquela que preside a todas as Igrejas na caridade”, é também Papa, sucessor do Bispo Pedro, S. Pedro.
papa francisco
Algumas curiosidades sobre os Papas
- “Papa” significa “Papá”. “Pontífice” significa “construtor de pontes”.
- O Pontificado mais longo foi de S. Pedro. O segundo foi de Pio IX (1846-1878) – 31 anos, 7 meses e 23 dias.
- O Pontificado mais curto foi de Estevão II (752). Não é considerado Papa porque morreu horas depois da eleição.
- A média dos pontificados é de 8 anos.
- Paulo VI foi o primeiro Papa a andar de avião.
- Não é preciso ser Cardeal para ser eleito Papa. Nem sequer é preciso ser padre. Basta ser homem, batizado e adulto.
- O último Papa “não cardeal” foi Urbano VI (1378) e o último que não era padre foi Leão X (1513).
- Quando alguém é eleito Papa muda de nome. Os nomes mais comuns são João (23 vezes), seguido de Gregório e Bento (16 vezes).
- O nome de Pedro só foi usado uma vez, por Simão Pedro, o Apóstolo.
- Já foram canonizados 81 papas. Há 9 beatos.
- Já houve 217 papas italianos, 17 franceses, 13 gregos, 8 alemães, 3 africanos, 2 espanhóis, 1 português (João XXI), 1 palestino (Pedro!), 1 inglês, 1 holandês, 1 polaco e 1 argentino (o atual!).
- O século XX teve 9 papas.
- O primeiro Papa a viver no Vaticano foi Nicolau III (1277-1280).
- Celestino III e Celestino V foram os eleitos mais velhos. Ambos tinha 85 anos.
- O Papa mais novo de sempre tinha 12 anos (Bento IX – 1032)
- Urbano VIII era grande amigo de Galileu Galilei. Mais tarde iria condená-lo.

1

petrus romanus

Depois de Nostradamus, depois do ano 2000, depois da profecia dos Maias… chega agora… a extraordinário… Profecia de São Malaquias!

Sim! Mais uma brilhante profecia sobre o fim do mundo, desta vez relacionada com o último Papa, o 266º Papa da História. Isto agora está na moda…

A profecia de S. Malaquias
Nos finais do século XVI apareceu uma profecia atribuída ao monge Malaquias, um santo do século XII.
Essa profecia é uma lista de 112 frases que apresentam os vários papas, a começar em Celestino II (1143-1144).
A lista termina com um papa de nome Petrus Romanus, Pedro Romano em bom português.
Segundo essa lista, Bento XVI foi o Papa 111.
Acerca do Papa 112 é dito o seguinte:

In persecutione extrema S.R.E. sedebit. Petrus Romanus, qui pascet oves in multis tribulationibus, quibus transactis civitas septicollis diruetur, & judex tremendus judicabit populum suum. Finis.

Traduzido dá algo como: na última perseguição à sagrada Igreja de Roma, vai estar na Sede Pedro Romano. Ele alimentará o seu rebanho no meio de muitas tribulações. Então a cidade das sete colinas será destruída & o tremendo juiz julgará o seu povo. Fim.

Bem… alguns santos até tiveram momentos interessantes de contacto com Deus e algumas visões. Na Bíblia encontramos a presença de Deus em muitas profecias. Mas… será que a Profecia de São Malaquias é mesmo verdadeira? Tem acertado nos Papas dos últimos séculos? more

0


Deus, pastor eterno,
que governais o vosso povo com providente solicitude,
concedei à Igreja, pela vossa bondade infinita,
o pastor que seja do vosso agrado pela santidade da sua vida
e inteiramente consagrado ao serviço do vosso povo.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

(O Conclave vai começar na terça feira, 12 de março. Vamos rezar!?)

0

São 19 horas. A partir deste momento, estamos em período de Sede Vacante, sem Romano Pontífice.
Aguardamos o inicio do Conclave de Cardeais e a eleição do sucessor de São Pedro.
Entretanto, partilhamos um wallpaper, com uma oração para pedirmos um pastor segundo o coração de Deus.

Clica aqui para descarregar o wallpaper

O Papa deixa de ser Papa quando:
1 – morre
2 – fica doente mental e sem capacidades
3 – em caso de negar ou alterar a fé da Igreja
4 – renuncia livre

Bento XVI renunciou.

Desde as 19 horas de 28 de fevereiro que estamos em período de Sede Vacante. Ou seja, estamos no período em que não há Papa. Durará até à eleição do sucessor de S. Pedro, no Conclave.
Neste período de Sede Vacante, o governo da Igreja está confiado ao Colégio dos Cardeais, mas só para tratar assuntos normais e preparação da eleição do Papa. Na Oração Eucarística omite-se a parte referente ao Papa. Na Cúria Romana, cessam funções quase todos os responsáveis dos vários Dicastérios (departamentos de governo da Igreja). Continuam no cargo o Cardeal Camarlengo e o Penitenciário-Mor e poucos mais.

Nos primeiros séculos, a eleição do Papa era feita por aclamação ou por designação do sucessor. Mais tarde são os padres de Roma quem escolhem o seu Bispo. Com as intromissões do poder civil, no século XI os eleitores passaram a ser os cardeais.
Como as eleições chegavam a demorar dias ou meses, nasce em 1274 o Conclave.

No dia 12 de março vai começar o Conclave. Os cardeais vão celebrar uma Missa pro eligendo Papa na Basílica de S. Pedro no Vaticano. Pela tarde, irão em solene procissão para a Capela Sistina, onde farão juramento de guardar segredo. Após esse momento, é pronunciado o extra omnes e todos devem sair da Capela, exceto os Cardeais eleitores e o pregador de uma pequena meditação.

No momento da votação apenas estão na Capela Sistina os cardeais eleitores. A eleição é válida com dois terços dos votos. Neste caso, 77 votos a favor de um só.
Diariamente há quatro votações, duas pela manhã e duas pela tarde. No final das duas votações, os papéis são queimados e sai fumo negro por uma chaminé instalada na Capela Sistina. No momento em que há votos suficiente e o eleito aceita ser Papa, sai fumo branco e tocam os sinos da Basílica de S. Pedro e, posteriormente, de todas as igrejas de Roma.

Após a aceitação, o novo Papa informa o nome que adopta, é revestido da veste branca, cumprimenta os Cardeais e saúda o povo na Praça de S. Pedro. Entre o fumo branco e a saudação na praça, decorre sensivelmente 1 hora.

0

A uma semana do início da Sede Vacante, partilhamos um wallpaper para o vosso ambiente de trabalho.

Obrigado Santo Padre!

Escolhe o tamanho:
800 x 600
1024 x 768
1280 x 800
1280 x 960
1680 x 1050