Tag: convivência

0

Nos dias 9 e 10 de fevereiro, fim de semana de Carnaval, as células Bússola, GPS e Seguace da AJP aproveitaram para realizar uma Convivência incluindo no programa a participação na atividade diocesana “Regresso às fontes da alegria” no sábado. Depois dos workshops, jantar partilhado e oração Taizé na Trindade (Porto), os vários jovens da AJP fora para a casa Passionista de Espinho, onde pernoitaram. No domingo, foi dia de retiro/convivência, orientado pelo P. César, responsável da AJP. Centrados no tempo quaresmal prestes a começar e que podemos ser santos (felizes) apesar das contrariedades da vida e das situações de mal que surgem na vida, na sociedade e no mundo, ficou o convite a viver este Quaresma de uma forma intensa, deixando que seja Ele, Cristo, a viver em cada um de nós. O dia concluiu com a celebração da Eucaristia na capela de S. Pedro em Espinho, onde os jovens, em clima de oração, apresentaram o seu dia ao Senhor e aos pais que quiseram marcar presença.

Foi uma experiência muito interessante, não só apenas na questão de convívio e toda a brincadeira mas também na parte da reflexão e oração. Os temas tratados, a eucaristia, e toda a convivência foram maravilhosos. Todos nós, que marcamos presença, devemos sentir o mesmo. Que se façam mais actividades deste género.

Samuel Ferreira
Célula Seguace, AJP

Com alguma incerteza e falta de vontade entrei para a AJP. Este novo grupo a que pertenço fez-me perceber que se as coisas não forem experimentadas nem vividas não valem a pena descrever. Assim sendo, pela primeira vez participamos, nós, ‘Seguaces’, num encontro de Taizé na Igreja de Trindade e num retiro, organizado pelo Padre César que, se bem me lembro, de certo modo, “obrigou-me” a pertencer à AJP.
(…) Deste retiro retira-se uma frase muito importante para este novo período que se segue, a Quaresma, que apela a cada um ao espírito de submissão ao amor e sofrimento de Cristo. “Se o grão de trigo não morrer na terra, não nascerá fruto.” Foi com este convite que fomos para casa, com apelo à oração e ao sacrifício, mas acima de tudo a dar frutos por onde passamos.

André Pereira
Célula Seguace, AJP

No fim de semana de 9 e 10 de Fevereiro às células (Bússola, GPS, PVC e Segasse) da AJP reuniram-se para mais uma convivência. Mais de 3 centenas de jovens colheram este desafio, que começou no Porto durante a tarde de sábado com vários workshops e terminou com uma calorosa e única oração ao estilo de Taizé com o tema as Fontes da Alegria 2013. O encontro continuou com uma noite de animação e convívio por parte de todos os jovens. De manhã o sono ainda reinava, mas cheios de vontade e energia voltamos a carga para mais um novo dia de convivência. Neste dia houve tempo para convívio, oração, reflexão individual e a magnifica eucaristia de partilha de momentos e experiências. O grão foi lançado à terra nesta convivência, esperamos que morra para que todos nós possamos recolher todo o fruto nas nossas vidas.
“Ide e fazei discípulos por todas as nações”. Fica o convite, para nós jovens, calçarmos neste tempo de quaresma as sapatilhas e colocar a mochila de Jesus para que com a nossa energia possamos espalhar a paixão de Cristo pelo mundo.

Mónica Leite
Célula Bússola, AJP