Our Blog

0

A Liliana quer ir ao Alto… mas está a encontrar dificuldades. Será a única?

A cada dia que passa observa-se um afastamento crescente dos jovens perante a igreja. Mas quem devemos culpar por isto? Os jovens, por não se interessarem? A igreja por não os incentivar? A culpa a meu ver é de ambas as partes.
Desde crianças foi-nos incutido aquele hábito de todas as semanas ir à missa, e isso passou a ser considerado uma rotina e uma “obrigação”. Tinham de ir porque os pais assim o exigiam e não porque queriam. Os jovens consideram a igreja como algo de “chato”, que não lhes cativa o interesse. No meu ponto de vista, só deveríamos ir à eucaristia quando quiséssemos, quando sentíssemos necessidade de estar com Deus. Ainda hoje podemos contar o número de pessoas que estão atentas por exemplo à homilia; a grande maioria não só de jovens como de adultos vai à missa porque “é domingo e se não for, vão falar de mim” e se à saída lhe perguntarmos de que é que o padre falou mais de metade não saberá responder.
Uma parte do problema está também no facto de as igrejas não se modernizarem na forma como transmitem o Evangelho, ainda continuam com uma mentalidade muito retrograda, principalmente no que diz respeito à vida social e sexual, o que à vista dos jovens torna a igreja castradora e sentem-se julgados por levarem este estilo de vida.
Os jovens, em parte, também são culpados por este afastamento. A falta de tempo é um fator a ter em conta. Os jovens deixam-se envolver demasiado pela sua vida social e familiar e acabam por deixar a fé para segundo plano.
Os jovens Sim afastam-se da igreja, mas a igreja também não faz nada para reverter esta situação, e isto está a tornar-se um ciclo vicioso. Se ninguém intervir imediatamente, a situação tende a agravar-se.
Liliana em busca de um caminho para o Alto…

Comments ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *