Category: Testemunhos Juventude

Estar nas JMJ Rio’13, no “coração da jornada”, foi estar num lugar verdadeiramente especial, onde todo o mundo se uniu por uma mesma causa – Cristo!
Sabemos que nos dias de hoje, Ser jovem é sentir-se perdido, é ter problemas, é sentir-se desamparado e frágil. O Papa Francisco fez-nos perceber que Ser jovem cristão é sobretudo sentir-se amado, encontrado, amparado e saber que, qualquer que seja o rumo da nossa vida, nunca estaremos sozinhos!
A Jornada e o “contacto” com o Pastor da igreja católica, fez-me sentir um todo num instante. E como é bom sentirmo-nos assim! Desde a missa de acolhimento à missa de envio, todas as celebrações foram um verdadeiro ciclo de emoções que nos levaram a repensar toda a nossa vida e a questionarmos o nosso lugar neste mundo, que tem tanto de bom como de assustador. A incerteza do futuro e as dúvidas que nos assombram, transformaram-se em força e esperança.
A cidade do Rio tornou-se realmente maravilhosa, não só pelas paisagens, pelo Cristo Redentor e pela simpatia de todo o povo Carioca, mas sobretudo por sentirmos que, naquele preciso local, o mundo inteiro uniu-se pela fé, para pensar e rezar a sua própria existência! Ali, sentimo-nos verdadeiramente abençoados, acolhidos e amados. Todo o espirito da Jornada, o companheirismo, a amizade, a hospitalidade e vivência, tornou esta, uma das melhores experiências da minha vida! Depois disto, a Jornada continua, em mim e no coração de cada jovem que sabe escutar Cristo.

bebepequeno“Eu peguei nele e abracei-o, enquanto o seu coração batia. Deixei-o perto do meu coração, contei os dedos dos pés e beijei-o na cabecinha. Nunca esquecerei as cálidas lembranças que tenho dele”, explicou a sua mãe, Lexi Fretz.

Na semana passada, nasceu no Hospital de Kokomo (EUA) Walter Joshua Fretz. Tinha 19 semanas e 3 dias de gestação, segundo informa a Argentinos Alerta.

“Estou muito feliz pelo facto do Joshua ter ido até ao carro buscar a minha máquina fotográfica. No inicio, eu não queria fotos, mas agora elas são a única coisa que tenho para me lembrar do pequeno Walter”, disse Lexi, fotógrafa por profissão.

Na manhã seguinte, Michayla e Emma foram ao hospital conhecer seu o seu pequeno irmão. “Eu não tinha qualquer dúvida de que queria que as meninas conhecessem o seu irmão”, explicou a mãe.

Muitos países consideram o aborto legal nas 19 semanas de gestação, mas foi nesse momento que o pequeno Walter nasceu, apesar de ter vivido apenas alguns minutos. Mas a sua vida não foi em vão. Ao contrário, tocou no coração de milhares de pessoas.

Walter recebeu não somente o amor da sua família, mas as suas impressionantes fotografias estão a circular pelo mundo inteiro, demonstrando que o pequeno, no colo materno, é verdadeiramente um ser humano.

Para veres todas as fotos clica aqui. Se quiseres escrever para a família, o e-mail é lexi@f2photographystudio.com.

Estou em Nova Iorque a participar na CSW57Opening-CSW57. Ao longo desta semana, para além de estatísticas e números que continuam a assustar, ouvi muitas mulheres contarem as suas histórias…
Uma jornalista do Egito que, no meio de uma manifestação, foi violada por um grupo organizado de homens. E não foi a única, estes grupos violaram e violam muitas mulheres em todas as manifestações como forma de as tentar afastar.
Uma senhora, da Rússia, que foi obrigada a divorciar-se porque a família não gostava da família do marido.
Uma médica Russa que é testemunha da morte de muitas mães adolescentes. Nesse local do mundo, 50% das jovens morrem a ter os seus filhos.
Uma ativista do Congo que, na sua aldeia, conhece novas mulheres que são violadas diariamente.
Uma criança da India contou-nos como viu a sua mãe ser espancada pelo pai durante anos. Depois da mãe fugir foi ela quem foi espancada e violada. Uma noite fugiu com os seus irmãos mais novos e foi à policia fazer queixa… e ninguém lhe ligou. A queixa não foi registada e ela ficou a viver na rua.
É por todas estas meninas e mulheres, por todas estas histórias com rosto que faz sentido que haja um dia da mulher. E este dia não é para dar flores, é para ir para a rua gritar por justiça.

natureza ruben olalla
A “religião” e a “natureza” são duas realidades diferentes no nosso mundo atual que, neste artigo, vão ser apresentadas de mãos dadas. Convido-vos que as levem lado a lado também nas vossas vidas.

Como estudante de Ciências Ambientais da Natureza, acredito na grandeza da Natureza e de todas as coisas que existem nela: o Sol, as estrelas, os bosques, os animais, os mares, as montanhas e todas as intermináveis maravilhas que Deus criou para nós. Neste artigo vou incidir, precisamente, na necessidade que há em unir Religião e Natureza, dois pilares importantes e tão mal cuidados na atualidade.

É incrível pensar em tudo o que Deus criou, tudo o que significa a Criação e que é tão importante para aqueles que, como eu, acreditamos e a apreciamos no nosso dia-a-dia. É maravilhoso, e é outro motivo para te apaixonares e agradecer a Deus, o olhar para o céu e respirar ar puro, ou contemplar aquela montanha que nos traz tão boas recordações, passear por um campo de flores coloridas ou mergulharmos naquele rio ou mar, para nos refrescarmos do calor.

Como amante da natureza e muito ligado ao carisma Passionista, levanto-me cada dia com um grande sorriso, como São Gabriel (que celebraremos dentro de poucos dias), pela sorte de viver apaixonado por este ambiente, por ter todas estas maravilhas, por partilhá-las com milhões de pessoas, por ter tanto, por viver neste mundo e por acreditar nAquele que tudo criou.

Obrigado. E lembra-te: Apaixona-te, seja como for.

En este artículo, dos realidades diferentes en nuestro mundo actual como pueden ser “Religión y Naturaleza”, van a ir de la mano y os invito a que en vuestra vida, también vayan de la mano.Como estudiante de Ciencias Ambientales de la Naturaleza, creo en la grandeza de la Naturaleza y de todas las cosas que hay en ella: el Sol, las estrellas, los bosques, los animales, los mares, las montañas y todo ese sinfín de maravillas que Dios creó para nosotros. Y es en este artículo, precisamente, donde voy a incidir en la necesidad de contagiar Religión y Naturaleza, dos pilares importantes y tan poco cuidados en la actualidad.

Es increíble pensar todo lo que Dios creó, todo lo que contemplaba la Creación y que resulta tan importante para aquellos que como yo, creemos y lo disfrutamos en nuestro día a día. Es maravilloso, otro motivo más para apasionarte y dar gracias a Dios, en mirar al cielo y respirar aire puro, en contemplar esa montaña que tan buenos recuerdos nos trae, en pasear por ese campo de amapolas tan colorido o bañarnos en ese río o mar, para satisfacer nuestro calor.

Como amante de la naturaleza y muy vinculado al carisma pasionista (o Passionista, en portugués), cada día me levanto con esa gran sonrisa, como San Gabriel, (al que dentro de poco celebramos) y con la gran suerte de vivir apasionado en este entorno, por tener todas estas maravillas, por compartirlas con millones de personas, por tener tanto, por vivir en este mundo y por creer en aquel que las creó.

Gracias y recuerda: Apasiónate, sea como sea.

pvc no porto
No dia 26 de janeiro de 2013 a célula PVC da AJP regressou à cidade do Porto para distribuir roupa e alimentos aos sem-abrigo.
A experiência passada foi tão enriquecedora que muitos quiseram repetir e outros quiseram encarar este “desafio” pela primeira vez.
Foi uma “saída à noite” tão simples mas, ao mesmo tempo, muito gratificante. Os jovens, só com a sua presença, deram muito aos outros.
São estas experiências que marcam um jovem para sempre.
Estava frio? Estava.
No final da noite estavam todos cansados? “Claro que estávamos.”
Visitar os sem-abrigo não custa nada… não dói e nem sequer é preciso pagar ao fisco!

E vale a pena só para ver um pequeno sorriso na cara das pessoas que acabaram por se cruzar connosco.

De que estás à espera?
Regina Pereira e Carla Dias, PVC

Ano da Fé no Alto
Ano Novo, Vida Nova! Dizem…
Quando deram as 12 badaladas, muita gente recordou rapidamente os seus objetivos para 2013.
Dos vários que tens em mente, algum tem relação com a tua fé?
Já pensaste em proclamar a tua fé… fora da igreja?
Nunca escondeste a tua fé aos amigos?
“amanhã à tarde não posso ir porque tenho coisas para fazer em casa” = “amanhã à tarde não posso ir porque vou à missa”. Isto nunca vos aconteceu? A mim já.

Para escrever as próximas linhas pedi algumas ideias aos meus amigos.
Sendo assim, apresento-vos 13 coisas simples que podem fazer para que os vossos amigos e colegas saibam que vocês são “pessoas da Igreja”.

  1. Colocarei no mural do Facebook: “eu sou católico” e frases religiosas, como citações de santos.
  2. Na próxima vez que me ligarem durante a missa vou dizer que não atendi porque estava na igreja.
  3. Fazer uma tatuagem de algo relacionado com a Igreja: uma imagem religiosa, o nome de Jesus…
  4. Dizer às pessoas que participo em retiros e vou à missa e convidar os amigos.
  5. Enviar para o Twitter e Facebook algumas ideias da homilia da missa.
  6. Sabes aqueles momentos em que não temos mesmo nada para dizer? Eu diria ao meu amigo “vamos rezar um pouquinho?”
  7. Rezar antes das refeições, mesmo as que faço no McDonald’s.
  8. Usar uma t-shirt que diga: keep calm, Jesus está contigo!
  9. Benzer-me antes dos jogos em educação física
  10. Na próxima vez que ler um livro religioso na rua, não vou tapar a capa com as mãos.
  11. Tirar fotocópias de páginas da Bíblia e encontrar-me no café com alguns amigos para falar sobre o texto.
  12. Convidar os amigos menos “praticantes” a lanchar em minha casa e falar sobre Jesus.
  13. Ouvir e cantar o Hino do Ano da Fé em público: 

Agradeço aos meus amigos que partilharam estas ideias.

Voluntariado é uma relação humana, rica e solidária e não uma atividade fria, irracional e impessoal, pois é um hábito do coração, uma virtude cívica, é algo que vem de dentro e faz bem aos outros.
É a oportunidade de fazer amigos, viver novas experiências, conhecer outras realidades.
No voluntariado todos ganham, o voluntário, aquele com quem o voluntário trabalha e a comunidade, pois este doa a sua energia e criatividade mas ganha em troca contacto
humano, convivência com pessoas diferentes, oportunidade de aprender coisas
novas e satisfação ao sentir-se útil.
Um desafio foi lançado a alguns jovens da AJP, célula PVC (Para Viver com Cristo): fazer voluntariado, ajudando na distribuição de alimentos e roupas aos sem-abrigo existentes na cidade do Porto. more

A célula GPS (Grupo para a Sociedade) da Associação da Juventude Passionista fizeram a representação do Presépio, no dia 24 de Dezembro de tarde e no dia 25 de manhã, na garagem do Centro Paroquial de Esmoriz – sua paróquia. O objetivo foi apresentarem-se à comunidade e recolher bens (roupa, brinquedos e dinheiro) para ajudar e entregar aos mais necessitados.
Foi uma experiência fantástica que proporcionou viver mais intensamente o Natal de Jesus, com o objetivo de ajudar este mesmo Jesus que se encontra presente nos que mais necessitam hoje…
No dia 5 de Janeiro, véspera dos Reis (Epifania do Senhor), foi a vez de visitar este Jesus nos pobres (quatro famílias) levando-lhes cabazes, compostos pelos produtos recolhidos na representação do presépio e por comida comprada com o dinheiro angariado.
Foi um momento muito especial e profundo para quem pode participar na entrega, saboreando e sabendo ver e identificar, no rosto daquelas famílias, Jesus, tal como os Magos que souberam ver o nosso Deus naquele Menino de Belém.

Célula GPS da Associação da Juventude Passionista

Entrega de cabazes:


Representação do presépio:


A noite do dia 2 de novembro estava fria e prometia chuva. Não apetecia sair, nem para ir à discoteca…
O nosso grupo (Jovens Permanecer na Paixão de Linda-a-Velha) recebeu 1 sms com uma missão: irmos até Lisboa, dar um sorriso a quem precisava.
Perto da Casa dos Bicos, encontrámos a Ana, o Luís Paulo, o Marco, o Mário, o Miguel e a Olga, aos quais se juntariam mais três atraídos pelo clima amigável que estava no ar.  more

Queridos jovens,

Desejo fazer chegar a todos vós minha saudação cheia de alegria e afeto. Tenho a certeza que muitos de vós regressastes a casa da Jornada Mundial da Juventude em Madrid mais «enraizados e edificados em Cristo, firmes na fé» (cf. Col 2,7). Este ano, inspirados pelo tema: «Alegrai-vos sempre no Senhor» (Fil 4,4) celebramos a alegria de ser cristãos nas várias Dioceses. E agora estamo-nos preparando para a próxima Jornada Mundial, que será celebrada no Rio de Janeiro, Brasil, em julho de 2013.  more