Author: tiago-machado

O postulantado é um tempo, mais ou menos longo, essencialmente destinado a que um jovem ou uma jovem se prepare adequadamente para o Noviciado. Assim, não é tanto um primeiro passo na vida religiosa mas sim um «aprender a andar». Esta fase nasceu da necessidade de corrigir um problema que existia: “A maior parte das dificuldades encontradas hoje em dia na formação dos noviços provêm do fato de que, no momento da sua admissão, estes não possuíam a maturidade necessária” (in Instrução Renovationis causam, nº4, 1969).
Portanto, o postulante passa um primeiro período de tempo a prepara-se para o Noviciado, experimentando a vida comunitária, discernindo a sua vocação e formando-se humana, espiritual e academicamente. Assim, o candidato à vida religiosa tem tempo para crescer em maturidade, sabedoria, graça e inteligência através de uma adesão voluntária à vontade de Deus e de um plano de formação, próprio em cada congregação.

(nota: o termo vida religiosa utilizada no texto refere-se a uma vida consagrada num Instituto Religioso e não à forma como um crente pratica a religião que segue)


Se me perguntarem por que é que eu decidi seguir para o sacerdócio, não tenho resposta. Porque eu nunca decidi tal coisa! Deus decidiu e eu aceitei. O que deve perguntar-se é porque é que eu decidi aceitar a vontade de Deus?; porquê dizer “Sim” ao Bem?
Podemos ver a nossa relação com Deus de um ponto de vista filosófico e teológico ou então do ponto de vista do amor que temos para com Ele.  more